segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Eu sonhei....

Oi Pessoas... como eu ando sem muito assunto sobre a RA, vai algo que eu tava pensando esse fds...

Eu sonhei...
Eu sonhei que o homem da minha vida apareceu de surpresa na minha porta, bem vestido, cheiroso, com um grande sorriso estampado no rosto e com um buquê de flores... Sem motivo algum, sem data especial alguma... Simplesmente ele deixou a vida profissional que lhe sufoca para curtir alguns minutinhos comigo. Ele disse "... troque de roupa! Vamos sair e espairecer um pouco!" Com uma roupa simples ele me levou para caminhar na orla, à luz da lua cheia, chegando em um bom ponto ele sacou da cesta na qual levava um bom vinho, pãezinhos sírios e patezinhos... tudo muito simples... acendeu as pequenas velas dentro de vidrinhos e me cubriu com a manta pois a noite estava fria... ficamos lá... curtindo a companhia um do outro e ouvindo o som da cidade que não estava muito longe...



Infelizmente a machaiada esqueceu o que é Romance... na cena acima eles só veem os gastos que poderiam ter: o gasto financeiro com as flores, com o lanchinho à noite, o gasto de TEMPO pra pensar e planejar tudo isso. Acham que isso dá trabalho demais e esquecem de tudo e caem na enfadonha rotina. Acho que a cena acima nem passa pela cabeça da homearada de hoje em dia...

A algum tempo eu participo de uma lista para "donas de casa". Na lista rola o seguinte: Não é papel do homem fazer surpresas para a sua companheira... Isso cabe à mulher: manter a chama da paixão acesa. Acho isso injusto pois um relacionamento (como a própria palavra diz) depende de 2 e não de 1 só.

Mesmo depois de conhecer a sua parceira eu acho que o homem tem PREGUIÇA de pensar em um simples programa noturno, mesmo que seja apenas um jantar e cinema/teatro. O prazer de surpreender foi substituído por um "o que vc quer fazer hoje?",  deixando à cargo da mulher decidir o que vai o casal fazer. Isso é ruim? Vejam bem: AS VEZES, não! Mas TODA VEZ??? Pequenas surpresas foram substituídas por "a minha presença é mais do que suficiente".
A minha parte Amélia tem vontade de sair berrando aos quatro ventos: "EU SOU A MULHER, PORR@!". Ela quer ser conduzida a lugares préviamente escolhidos à dedo. E não acho que cabe somente a mim ficar horas à procura do que fazer com o parceiro - que na maioria das vezes acha que apenas um filminho locado e cerveja na geladeira é um bom programa. Quando sai a sua pergunta: "Amor, o que vamos fazer hoje?" a resposta é lacônica: "não sei. Não quero pensar nisso..."
Depois a relação esfria e o homem não vê o que está errado. Não vê que a sua parceira não tem mais a energia de ficar o tempo todo planejando/escolhendo/agitando/pensando. E ainda jogam a culpa NELA por ter esfriado "... ela não é como no começo..."

Advinha, z'ifi??? Você tb não!!!! Sua disposição diminuiu. Os esforços para passar mais tempo com a parceira são engolidos por outros aspectos da vida (família, trabalho, amigos, estudos) pois vc já a conquistou. Um "eu tenho que levantar cedo amanhã" é o motivo para encerrar a noite as 9, qdo no início do relacionamento a noite era encerrada as 1 ou 2 da matina... e ainda iam embora com um sorriso no rosto, mesmo sabendo que as 7 tinha que estar no trabalho...

Irritação, frustração e decepção são recorrentes com essa geração de homens que esqueceram que é o ser o homem da relação, aquele que conduz, e por mais feminista e independente que seja a mulher, ainda espera que o parceiro pareça forte, decidido e seguro... Isso me lembra o filme À prova de fogo[*] que o homem deixa de estudar a parceira, esquece dos seus gostos e necessidades. Acha que o que faz no dia a dia é o suficiente pra "agradar" enquanto esquece que a vida é feita mais de pequenas coisas e momentos e do que dos grandes feitos. Ou dos lamentos de uma amiga minha que literalmente perdeu o tesão com namorados anteriores que vivem caindo no mesmo erro: Deixam a cargo da mulher decidir. Por que? é mais fácil. Daí não caem no erro de não agradar - é o que ouvi eles dizerem. (pra mim isso tem outro nome: COMODISMO!)

Sabe o que é pior? O pior que a gente ACEITA. A gente aceita essa HORDA do jeito que está. E se não aceitamos? estamos sendo seletivas demais. Que esse tipo de homem não existe. Que queremos ficar solteironas o resto da vida...

[*] Filme é gospel: não tenho nada contra nem a favor, mas a mensagem que ele passa: a rotina sufoca o amor, é marcante mesmo que ponham religião no meio... ¬_¬''




Meninas... hoje não vai ter desafio musical... meu espírito não tá pra ouvir música... SÓ POR HOJE eu quero ficar quietinha no meu cantinho e ver se eu consigo encarar esse mundo de merd@ de novo...
Tb não vai ter pesagem... fiquei com medo da balança, acreditam?

Beijocas e vou às visitinhas...

8 comentários:

Bá - Gostosura disse...

a rotina detona tudo mesmo, e´bem verdade...
abração querida, e uma boa semana procê.

Atras da verdadeira identidade anaemia disse...

ACho q vc andou conversando com meu namorado neah...ele está descrito aih pow...e nao adianta vc chegar e expor os fatos...eles só compreendem aquilo q querem compreender e sempre..SEMPREEE acham q fazem de um tudooo pela gente...ai ai... eu realmente to desistindo daqueles papos em q a gente tenta dizer com as melhores palavras do mundo o q queremos..pq eles acham q a gente só sabe cobrar e não validammos o ke eles fazem de bom...aaafffsss
bjs no S2 lindaaa força sempree

Candy disse...

Adorei o post e tô adorando o livro que vc me indicou (das liguagens do amor). Se cuida, bjãooo!!

Anabela disse...

AAAAAAAMMMMMMEEEEEEEIIIIIIII TD o que escreveste e tem mt a ver comigo ... Engraçado como as vidas se cruzam, pensamentos podem ter o seu k de comum sem as pessoas se conhecerem.
Gostei imenso!
Obg pela partilha
Mil bjs e sucesssoooooo

Arianna Lenci disse...

é amiga, é por conta destas e de outras que falamos que todos os homens são iguais... é quase um senso comum, de 10 meninas que vc falar... 8 dirão que viram o companheiro nesta descrição... é soda amiga, mas quem sabe uma hr, um dia, um século qualquer eles acordam não é mesmo?
Beijos

Sammy Leilane disse...

sabe que esses dias conversei com meu noivo sobre algo parecido, a gente tava já deixando a relaçao beeeem chata... obrigada pelo carinho! bjus!

Giovana disse...

Homens!!!

Tudo igual msmo!! O comodismo é facil...

Bjs!

Mi disse...

Estou esperando sua visitinha...
Vem se inscrever no sorteio do meu blog!
Bom final de semana.
Bjs