terça-feira, 8 de setembro de 2009

Saia da zona de conforto

Olá pessoas!
Vai a minha postagem semanal...

O cachorro e o prego

Conta-se uma história de um viajante que parou com seu carro num posto de gasolina à beira da estrada. Enquanto o frentista abastecia o carro, o viajante observou um cachorro deitado, uivando de dor. Curioso, perguntou ao frentista o que havia acontecido com o seu cão e ele revelou: "É que ele está deitado em cima de um prego..."."Mas por que ele não se levanta?", perguntou o viajante. E o frentista respondeu: "É por que o prego não o machucou o suficiente para ele tomar a iniciativa de se levantar".

By Alexandre Rangel




Doloridinha esta história não é?
Por que, se reclamamos tanto E não mudamos apesar da situação que nos encontramos seja ruim?

Foi porque o "prego" não incomodou ainda o suficiente para que tomemos alguma atitude.

As roupas ainda me servem; a casa ainda não caiu; o armário, apesar de cheio, cabe mais alguma coisa.

Bom... ESSE é o meu caso. O prego ainda não me incomodou a ponto que eu tome alguma atitude mais radical.

Não termino os livros que eu me propus a ler, não faço os meus exercícios diários, Deixo de lado o meu diário alimentar após alguns dias de anotação. Faço planos mil enquanto dirijo pra casa repassando o que tem que ser feito: A roupa precisa ser lavada, preciso arrumar minhas gavetas, separar e rever a papelada que se empilha na minha mesa....
Chego em casa, ligo o vídeo game ou vou pro computador e me distraio com imagens e sons, enquanto o caos se instala à minha volta...

Alguém tem uma cama de pregos aí???

7 comentários:

**Má** disse...

huashuashaushauashuasuahaushaus... somos iguaizinhas amiga!!!! Mas já já o prego transpassa e aí a gente se mexe... Bjo

AMALIA disse...

já tinha escutado a história
e é certa
mas é bom a gente não esperar uma situação desesperadora e reagir
agora!

disse...

Oi Maya, história dolorida e verdadeira, mas não desanima faça alguma atividade que goste e interaja mais. bjhs

Luna disse...

Olá linda...

Passei para conhecer o teu blog e gostei muito....vou passar aqui mais vezes e tentar dar-te toda ajuda e apoio que precisares, ok?

Vou linkar o teu blog no meu para ser mais fácil chegar aqui e nunca perder o teu contacto!

Desejo-te toda a sorte do mundo e muito sucesso nesta caminhada, ok?

Voltarei mal que possa...

Beijinhos

Arianna disse...

Ai amiga, tão distantes e tão próximas pelo fato de nos parecermos não é mesmo? hehehehe... tb acho que o prego não me machucou o suficiente, pois se o tivesse feito eu já teria tomdo uma atitude definitiva, como um dia fiz... é fogo né! Beijos

Rachel disse...

Não espere mesmo a "dor dos pregos"! Falo por conta própria. Depois de tanto reclamar da vida e ficar deitada o dia inteiro olhando pro teto a espera de um milagre... estou lutando contra depressão e síndrome do pânico. Agora vejo o quanto é ruim não ter segurança para ir às ruas sozinha, o quanto é pessimo ter que tomar remédios para se manter tranquilo e o quanto vc aprende que estar em sua própria companhia é necessário, mas que se precisa reaprender a se amar e ter autoconfiança!

Não espere mais nenhum segundo... ame-se, divirta-se e faça HOJE, AGORA, tudo o que tiver ao seu alcance para o seu bem estar. Leia muuuitos livros... os da Louise Hay AGORA estão me levantando, tb penso, pq não li ANTES??? Mas só agora os pregos me furaram mesmo...

Te desejo força, sucesso e muita sorte! Eu estou agora tomando atitudes e me sinto já um tiquinho melhor!!! Bjo grande

Flavinha disse...

oi..passei pra te deixar bjo

gostei da historia...rsrs

boa semana!!!!